Ingresso no Mestrado Acadêmico e Doutorado em Enfermagem

A seleção de candidatos ao PPGEn poderá ser realizada de três formas distintas a saber:

1. Processo Seletivo por Demanda Espontânea Anual;

2. Processo Seletivo Contínuo via Grupo de Pesquisa (GP); e

3. Processo Seletivo Contínuo via Orientador.

 

1. Processo Seletivo por Demanda Espontânea Anual

 

O Processo Seletivo por Demanda Espontânea Anual será realizada mediante publicação de Edital e condicionado à disponibilidade de vagas dos orientadores.

1.1. A coordenação da seleção será realizada por uma comissão designada pela CEPG com representação das linhas de pesquisa do Programa e as Comissão Julgadoras Examinadoras serão compostas por dois doutores docentes da Linha de Pesquisa a que o candidato indicar interesse e um externo, podendo ser de outra linha, de outro Programa da UNIFESP ou de outra instituição.
1.2. A seleção será orientada por instrumentos que permitirão analisar o Projeto de Pesquisa, o Curriculum e direcionar a entrevista, que foram aprovados pela CEPG e fazem parte integrante do Edital.
1.3. A seleção por Demanda Espontânea Anual será realizada sempre no segundo semestre de cada ano letivo, e as matrículas iniciadas no ano seguinte e sempre a critério do Orientador.
1.4. Após o término do processo seletivo, as comissões deverão encaminhar um relatório a CEPG indicando as médias dos candidatos, que divulgará a lista dos aprovados após aprovação da CEPG.
1.5. A média final para aprovação é 7,0 (sete).
1.6. No caso de candidato estrangeiro, o processo seletivo será orientado pela CEPG, de acordo com o disposto na legislação pertinente.

O Edital do Processo Seletivo 2019 será divulgado no início do mês de agosto de 2019.

 

2. Processo Seletivo Contínuo via Grupo de Pesquisa (GP)

 

O Processo Seletivo Contínuo via Grupo de Pesquisa destina-se aos membros participantes e registrados em Grupo de Pesquisa do PPGEn, integrante do Diretório dos Grupos de Pesquisa do CNPq.

2.1. O Candidato deve participar regularmente das atividades do GP, estar desenvolvendo atividade junto ao Orientador por no mínimo 6 meses, ter o Curriculum atualizado na Plataforma Lattes e aprovação no Exame de Proficiência em Língua Inglesa (para todos os candidatos ao Mestrado ou aos de Doutorado cujo Mestrado foi cursado em outra instituição).
2.2. O Orientador deve solicitar o processo ao Líder do GP por escrito, destacando a relevância do Projeto e trajetória do candidato.
2.3. A seleção será feita em reunião do GP e constará de apresentação do Projeto de Pesquisa do candidato a Comissão Julgadora de Avaliação constituída por dois doutores sendo um do GP e outro externo ao Grupo, que emitirão parecer de aprovação ou reprovação.

 

3. Processo Seletivo Contínuo via Orientador 

 

O Processo Seletivo Contínuo via Orientador destina-se aos alunos cujos orientadores possuem bolsa de Produtividade em Pesquisa do CNPq. Os orientadores poderão indicar candidatos à matrícula, desde que as demais exigências para seleção e matrícula de candidatos aos cursos de mestrado e doutorado do Programa sejam atendidas.

3.1. Os candidatos à essa matrícula devem cumprir todas as exigências do Processo Seletivo como estar desenvolvendo atividade junto ao Orientador por no mínimo 6 meses, ter o Curriculum atualizado na Plataforma Lattes e aprovação no Exame de Proficiência em Língua Inglesa (para todos os candidatos ao Mestrado ou aos de Doutorado cujo Mestrado foi cursado em outra instituição).

 

Critérios de Seleção (independente da forma de entrada)

 

(I) Análise do Curriculum Lattes em relação à formação e trajetória de pesquisa e profissional do candidato; inserção acadêmica expressa por meio de experiência em ensino e pesquisa. Para o doutorado além dos anteriores, será considerado para a avaliação a submissão do artigo do mestrado para periódicos indexados nas principais bases da área da saúde. Para o Doutorado Direto a comprovação de relevante produção científica, caracterizada por, no mínimo, três artigos publicados em periódicos de circulação internacional e classificados nos dois primeiros extratos superiores de critério de avaliação referendados pela CAPES. (Peso 2)


(II) Avaliação do projeto de pesquisa quanto à relevância do tema; originalidade e complexidade da pesquisa; revisão da literatura; coerência entre justificativa, objetivo(s), método e referencial teórico-metodológico, qualidade da apresentação e expressão escrita; cronograma de trabalho exequível no tempo previsto para titulação; adequação ao nível de mestrado ou doutorado. Também será analisada a capacidade do candidato defender seu projeto de pesquisa frente à banca de examinadores. (Peso 6)


(III) Entrevista, na qual serão consideradas: capacidade de expressão verbal do candidato, consistência de argumentação na defesa da proposta de estudo, justificativa do interesse e disponibilidade para engajar-se nas atividades do programa e, para Doutorado, disponibilidade para realizar estágio em centro de excelência em pesquisa, preferencialmente internacional. (Peso 2)

A nota mínima para aprovação é 7,0 (sete).

© 2013 - 2019 Universidade Federal de São Paulo - Unifesp

Campus São Paulo  •  Rua Napoleão de Barros, 754 - 2° Andar - Vila Clementino  •  04024-002 São Paulo - SP

posgraduacao.epe@unifesp.br

Please publish modules in offcanvas position.